Radamanthys: “É mais fácil julgar quem já morreu”

Radamanthys, ou Radamanto, um dos tantos filhos bastardos de Zeus, foi conhecido por sua sabedoria, justiça, integridade e popularidade (esta última, inclusive, foi objeto de desavença com um de seus irmãos Minos). Rada era um dos três juízes de Hades, representante do fogo e da severidade, exercia sua função nos Campos Elíseos, sentado em um trono … Continuar lendo Radamanthys: “É mais fácil julgar quem já morreu”

Ego x Estupidez, o retrato de nossa política em uma semana

Uma semana pra consolidar, de fato, a mais nova polarização na política municipal itaperunense, que não é em nada diferente de um cenário estadual desastroso (RJ) e de um governo federal que não cansa de nos surpreender. Ressaltamos a polarização crescente e óbvia que tomou conta de todos os contextos, a "binariedade" temida que passa longe … Continuar lendo Ego x Estupidez, o retrato de nossa política em uma semana

Como tomar o poder dos velhos Barões

Mesmo sem andar por lugares muito distantes de nosso brilhante satélite itaperunense, é possível enxergar muito do que gostaríamos de ver. Embora ainda distante de soluções práticas, podemos observar muitas cidades, debatendo política de maneira coerente e bem mais próxima a realidade do que vemos aqui. A participação popular é indispensável nesse processo, onde promessas utópicas … Continuar lendo Como tomar o poder dos velhos Barões

Receita de bolo

Uma receita de bolo do tipo "faça você mesmo". Faça, se sacie e compartilhe com quem quiser. Não espere migalhas enquanto você pode comer o prato principal. Agora, mão na massa!

Aquela velha opinião formada sobre…?

Não vem ao caso, neste momento, considerar a linha filosófica, religiosa, científica ou interplanetária que eu ou você acreditamos sobre a existência do ser humano sobre a Terra. O que vem ao caso é: Desde que o ser humano existe, ele ainda não aprendeu a lidar com o sentimento de perda. Seja você quem for, a perda é inerente … Continuar lendo Aquela velha opinião formada sobre…?

De Itaperuna para o Mundo. A Cisma, o Caos e a Esperança.

O quinto round do ano já está chegando o fim, e mesmo sentindo os golpes, jogar a toalha ainda é a pior opção. Falando de um país que acaba de completar 517 anos de crise existencial, ou de nossa Itaperuna, a cidade do futuro (e do calor), buscaremos através deste espaço, tecer opiniões rasgadas em … Continuar lendo De Itaperuna para o Mundo. A Cisma, o Caos e a Esperança.